Conversas com tradutores – balanços e perspectivas da tradução

R$20,00

Autor: Ivone C. Benedetti e Adail Sobral (org.)
Editora: Parábola
Ano: 2003

Apenas 1 em estoque

SKU: 978-85-88456-52-4
Categories: ,
Tags: , , , ,

Share on:

  • Descrição
  • Informação adicional
  • Avaliações (0)

Descrição

As Conversas com tradutores que esse livro apresenta são multidirecionais e multitemáticas. Elas reúnem alguns dos nomes mais importantes da tradução na atualidade em nosso país. O percurso temático do livro passa pela formação do tradutor, pela noção sempre fugaz do certo e do errado, pelas flutuantes valorizações do mercado e da remuneração decorrente, pelas peculiaridades de cada área (temática ou discursivamente definida), pela relação entre o tradutor e a sociedade, pelo papel do vernáculo e pelos riscos (?) que a tradução pode representar para a integridade do idioma, pela globalização, e chega às perspectivas da automação do processo tradutório.

Nisso tudo, pratica-se o diálogo possível entre a teoria e a prática. O objetivo da obra é, justamente, dar um panorama da tradução do ponto de vista de seu autor. Foi nosso empenho aqui reunir várias especialidades, na tentativa de fugir à polarização que tem predominado na teoria sobre o assunto.

Em que área(s) você tem atuado? Quais as peculiaridades dessa(s) área(s)? O há de comum entre ela(s) e as outras áreas? O tradutor e seu mercado: que tipo de público tem acesso a sua produção? Quem o contrata? As características desse mercado influem nas suas opções de tradução ou o texto de partida é soberano? Se influírem, como isso ocorre? Em sua opinião, que tipo de tradutor (formação, dons pessoais etc.) exige a tradução em geral e a tradução em sua área? Qual a função da teoria da tradução na formação do tradutor? O tradutor e a sociedade: como se dá a interação entre ambos? De que modo o tradutor sente a resposta de seu público, de sua clientela? De que modo a globalização tem influenciado a atividade de tradução em sua área específica? De que modo a tradução é afetada por esses fatores?

E o português? O que você pensa das atuais medidas de proteção do idioma? Até que ponto o tradutor é responsável pelo que acontece à língua portuguesa? O que é erro e o que é acerto em tradução? Quais as perspectivas da tradução no Brasil? Você acha que o tradutor poderá ser substituído por máquinas? Por quê? O tradutor tem remuneração adequada? No passado, o cenário foi melhor ou pior? Como você analisa o papel da imprensa no trabalho de crítica da tradução? Aliás, é possível haver crítica de tradução? Por quem ela seria feita?

Informação adicional

Peso 450 g
Dimensões 23 × 16 × 1.5 cm

Avaliações

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Conversas com tradutores – balanços e perspectivas da tradução”