Quod Nihil Scitur, de Francisco Sanches: uma investigação filológico-linguística

R$20,00

Área: Filologia e Historiografia Linguística
Autor:
Adílio Junior de Souza
Editora: Letraria
Ano: 2021
Páginas: 474

Peso 760 g
Dimensões 21 × 14 × 3 cm

Em estoque

Parcelado em 12x sem cartão com Mercado Pago
SKU: 978-65-86562-34-7 Categorias: , , ,

Este livro é a concretização de uma tese desenvolvida (2017-2020) na Universidade Federal da Paraíba, sob orientação da professora Dra. María del Pilar Roca Escalante e coorientação do professor Dr. José Alberto Miranda Poza. Assim, pude confeccionar um estudo sobre a carta filosófica Quod Nihil Scitur de Francisco Sanches, autor do século XVI.

Primeiramente, há um belíssimo — e emocionante — prefácio assinado pelo ilustre professor Dr. Alberto Poza, em que faz uma imersão sobre os fundamentos da Linguística Histórica. Para ele, o estudioso sai “Percorrendo os caminhos da Linguística Histórica”. Este texto foi especialmente escrito para o livro e traz, de modo preciso e panorâmico, temas e conceitos centrais da área dos estudos históricos. Portanto, há destaque para tópicos em torno da Língua Latina — em sua modalidade falada — e Filologia — método e objeto de investigação, entre outros tópicos.

Em seguida, há um estudo introdutório confeccionado pela brilhante professora Dra. Pilar Roca, cujo título é A crítica acadêmica implícita na discussão do método em Francisco Sánchez, o cético (1551-1623), em que a autora retoma uma ampla discussão que ela iniciou ainda em 2011.

Sobre quem escreve:

Doutor e mestre em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística – Proling/UFPB, especialista em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira e Africana de Língua Portuguesa e graduado em Letras pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Professor temporário de Língua Latina e História da Língua Portuguesa no curso de Letras da Unidade Descentralizada de Missão Velha – CE (UDMV/URCA). Foi bolsista Capes durante o mestrado em Linguística no Proling/UFPB (2014/2015). Foi membro do Grupo de Pesquisa Teorias Linguísticas de Base (TLB), registrado no CNPq (UFPB/2014-2016). Participa do Núcleo de Pesquisa em Língua Espanhola e Literaturas de Língua Espanhola, registrado no CNPq (UFPE/2019-vigente) e do Núcleo de Pesquisas em Ensino de Línguas e formação docente (UVA/ 2019-vigente). Coordenou o Projeto Estudos Clássicos (URCA/2016-2018). Desenvolve pesquisas em Linguística, Filologia e Língua Latina.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Quod Nihil Scitur, de Francisco Sanches: uma investigação filológico-linguística”

Você pode gostar...